11/28/2005

Cavaco na Intimidade (Capa da última "Sábado")

Só para agradecer por me matarem as saudades do "Jornal do Incrível". LFB

2 Comments:

Anonymous carneiro said...

Cavaco Silva e Mário Soares são os dois produtos mais genuínos que o regime constitucional de 1976, dito da alternância (que deu em alterne) democrática, conseguiu produzir. São as faces da mesma moeda oca, esvaziada e sem cotação no mercado internacional.
O que um tem de palhaço-rico e sério, com fato de bom corte, sobrancelha elegante e bem desenhada ao meio da testa, dotado até da capacidade de tocar afinadamente trompete e de emitir opiniões com nexo, não falta ao outro de palhaço-trapalhão que se peida intencionalmente em publico como derradeira forma de suscitar boçal reacção à vetusta audiência e que se vai mijando nas calças sem que o publico perceba se faz ou não parte do número. Mas é bom que não esqueçamos que o circo é o mesmo. Que a mensagem política é meramente circense. Até os comentadores, comentaristas, mulheres de boca grande e outras com ela mais pequena, mas não menos barulhentas, fazem parte do mesmo espectáculo medíocre a que só conseguimos fugir quando sintonizamos o Odisseia e o História. O primeiro para aprendermos com a história dos animais, o segundo para aprendermos com a história dos homens.

Ah, já me esquecia: poesia é simpática, mas só ao serão e uma vez por semana para não enjoar, porque a da resistência já lhe falta o mote há 30 anos. A malta nova nem sabe quem é esse Senhor de apelido Fascista que aparece nas estrofes. Seria mais um Velho do Restelo, outro Adamastor ? Se calhar um fdp de um fiscal das finanças ressabiado com o que lhe andam a fazer à carreira....

Eu vou andar de bicicleta no dia da eleição.
No dia seguinte, Portugal continuará tão sem futuro como na véspera, qualquer que seja o monarca eleito.

Não falei dos outros figurantes pois não passam de moços de arena a apanhar os cagalhões dos elefantes com mais no menos jeito no manuseio da forquilha. Alguns ainda treinaram quando foram fugazmente operários, outros pensam que a forquilha só serve para limpar as unhas depois do serviço feito á mão.

12:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

CARA DE CÚ NÃO CONSEGUES ARTICULAR UM POST COM MAIS DE MEIA DUZIA DE PALAVRAS? DEVE SER DA BOINA PAROLO, ÉS UM PASTEL DE NATA

1:04 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home