1/17/2006

Uma pergunta do Diabo a…Alexandre Relvas

Diabo – Dizem que a candidatura de Cavaco Silva é demasiado tecnocrática. Como director de campanha como comenta esta crítica?

Alexandre Relvas – É disparate sem pés nem cabeça. Uma daquelas coisas que se dizem. Um non sense. Os portugueses vão eleger Cavaco Silva como CEO do país não só pela sua capacidade para, até ao third quarter, implementar um novo modelo de governance que prime pela accountability mas também porque com Cavaco Silva no Board os portugueses garantem um team building strategy fundamental para competir neste global market. AMS

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Best regards from NY! » » »

4:45 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home